É melhor prevenir que remediar

Não conduza sob o efeito de drogas ou cansaço!

Modere a velocidade!

A segurança na via pública depende de cada um de nós.


Olhe por si e pelos outros!...











quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Trabalho de Pesquisa sobre Prevenção e Segurança Rodoviária (Físico-Química 9.º ano)

Objetivos:

- Sensibilizar a comunidade educativa, particularmente os alunos, para as medidas de prevenção e segurança rodoviária que contribuem para a diminuição da sinistralidade rodoviária.
- Alertar para as consequências pessoais, sociais e económicas da sinistralidade rodoviária.
- Contribuir para a adoção de comportamentos harmonizados com as medidas de prevenção e segurança rodoviária por parte de todos os utentes da via pública: peões, passageiros e condutores.
- Promover a educação rodoviária em contexto escolar.

Tarefas:


1.Trabalho de pesquisa sobre medidas de prevenção e segurança rodoviária;

2. Elaboração de um folheto/desdobrável (formato A5) sobre medidas de prevenção a adotar por peões, passageiros e condutores;
3. Exposição dos folhetos/desdobráveis com o intuito de divulgar o trabalho junto da comunidade escolar e seleção de um folheto por parte da mesma;
4. Distribuição do folheto selecionado à comunidade educativa com o objetivo de sensibilizar para as medidas de prevenção e segurança que devem ser adotadas por condutores, peões e passageiros.
5. Criação de um slogan alusivo à prevenção e segurança rodoviária.

Abrir para aprender a fazer um folheto

Data limite de envio dos trabalhos: 30 de Novembro de 2014


Sites para pesquisa: 
Abrir links na parte inferior desta página






domingo, 9 de junho de 2013

Para aprenderes a andar na rua em segurança clica na imagem abaixo

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Desafio lançado aos alunos do 9.º ano da Escola Básica Monsenhor Elísio Araújo

 
 

Criação de uma mensagem/slogan dirigida/o a todos os condutores, passageiros ou peões.

Os dados estatísticos estatísticos provisórios de 2012 sobre a sinistralidade rodoviária parecem apontar para um decréscimo de vítimas de acidentes de viação nas estradas portuguesas. No entanto, o número de vítimas continua a ser inquestionavelmente assustador: 580 pessoas perderam a vida,  2033 ficaram gravemente feridas e 35 727 sofreram ferimentos ligeiros.
De salientar que a esmagadora maioria dos acidentes tem a ver com fatores associados ao comportamento dos utentes da via pública: condutores, passageiros e peões.
Os acidentes rodoviários são a principal causa de morte dos 10 aos 24 anos de idade. Para contrariar esta tendência, realiza uma pesquisa sobre mensagens/slogans relacionados com a prevenção e segurança rodoviária e cria o teu próprio slogan, registando-o neste blog, seguindo os passos:
 
1- Clica em comentários;
2- Regista a tua mensagem/slogan;
3- Clica em Nome/URL e no retângulo em branco regista o teu nome e turma (ex: Carlos 9.º C);
4- Finalmente, clica em Publicar o teu comentário.
 
 

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Despiste Fatal na A24

Para ler e reflectir sobre a necessidade do uso do cinto de segurança por parte de todos os ocupantes dos automóveis.

O acidente ocorreu cerca das 7.00 horas da manhã. O carro chocou violentamente contra os rails de protecção e capotou. Os dois ocupantes traseiros foram projectados para o exterior, caindo de uma altura de aproximadamente 45 metros para uma vinha.
Um dos ocupantes cuspidos, de 38 anos, teve morte quase imediata; o outro, de 26 anos, ficou gravemente ferido, porque caiu em cima de um silvado, tendo-lhe amortecido o choque. Os dois ocupantes da frente tiveram ferimentos ligeiros.
De salientar que os ocupantes do banco traseiro foram projectados para o exterior da viatura por não trazerem o cinto de segurança colocado. O condutor e o pendura traziam o cinto e por isso tiveram melhor sorte.

In Jornal de Notícias, 3 de Maio de 2010
Clique aqui Vídeos sobre segurança rodoviária

Deixe aqui a sua opinião sobre a necessidade do uso do cinto de segurança...

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Sinistralidade Rodoviária: erro humano ou negligência?

Os acidentes rodoviários são uma das principais causas de morte em todo o Mundo. Só em Portugal, todos os anos se perdem centenas de vidas em acidentes rodoviários, às quais se somam um número elevado de feridos.

Verifica-se que a maioria dos acidentes rodoviários se deve a erro humano, sendo os mais frequentes:

• Velocidade excessiva relativamente à aconselhada para a via e para as condições atmosféricas;
• Manobras perigosas;
• Condução sob efeito de álcool e/ou de outras drogas;
• Distância insuficiente relativamente ao veículo da frente;
• Desrespeito pela sinalização.